A- A A+

×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 765
Terça, 18 Agosto 2015 17:00

Recursos referentes ao processo eleitoral unificado de escolha do Conselho Tutelar

Exame de Conhecimentos Específicos para Membros do Conselho Tutelar de São João do Manhuaçu

 

RESPOSTAS AOS RECURSOS CONTRA AO RESULTADO DA PROVA DE AFERIÇÃO DE CONHECIMENTOS TEÓRICO E PRÁTICO

 

1) Recurso nº. 01:

 

PROTOCOLO

001

DATA/HORA DO PROTOCOLO

13/ 08/ 2015 12h 00min

PROVA

Prova Tipo 1

QUESTÃO

Dissertativa

CANDIDATO RECORRENTE

Thiara Aparecida Dornelas Dutra

CPF

097 424 946-73

RESPOSTA

INDEFERIDO

 

FUNDAMETAÇÃO:

Conforme recurso protocolado no dia 13 de Agosto de 2015, referente ao Processo de Escolha do Conselho Tutelar de São João do Manhuaçu, pela candidata recorrente, a Comissão Especial Eleitoral vem por meio deste responder ao referido recurso.

O questionamento foi acerca da questão dissertativa de resolução de simulação de caso(s) em nível prático, Prova Tipo1, onde argumenta que a resposta foi pautada no ECA ( Estatuto da Criança e do Adolescente)e na sua atuação diária como Conselheira Tutelar.

A questão solicitava que a partir da leitura da simulação do caso descrito o candidato pontuasse as atitudes do Conselho Tutelar e depois fizesse um relatório encaminhando o caso ao Ministério Público, logo foram solicitadas 02(duas) respostas: 1º Descrever as ações do Conselho Tutelar, 2º Fazer um relatório notificando o caso ao Ministério Público.

Contudo a partir dos critérios utilizados para correção da prova de todos os candidatos observou-se que na resposta 01 da candidata em questão a mesma deixou de falar da importância de visitar a família, vizinhos para obter mais informações; não deixou claro a importância do adolescente continuar estudando e de não poder trabalhar, salvo na condição de aprendiz; e além disso não se preocupou em preservar a família, querendo de início retirar a criança de sua casa e entrega-la a avó sem saber se a mesma possuía condições de criá-la.

Já na resposta 02, o relatório ao Ministério Público, ficou incompleto, pois a candidata colocou ações que já realizou e que conste, foi precipitada.

Assim sendo, à unanimidade, conhece do recurso administrativo e no mérito, indefere-se, mantendo o gabarito, bem como a nota dada a candidata.

 

Certifica-se, registra-se e publica-se.

 

São João do Manhuaçu – MG, 18 de Agosto de 2015.

 

ELIAS DO CARMO PRAÇA

Presidente do CMDCA

  

ELIAS DO CARMO PRAÇA

Membro Coordenador da Comissão Especial Eleitoral

 

DAMEX SILVA VIEIRA

Membro da Comissão Especial Eleitoral

 

DULCILENE PEREIRA AMANSO

Membro da Comissão Especial Eleitoral

 

RAQUEL FÉLIX DE SOUZA CASTRO

Membro da Comissão Especial Eleitoral

 

Recurso nº. 02: 

 

PROTOCOLO

002

DATA/HORA DO PROTOCOLO

14/ 08/ 201514h 00min

PROVA

TIPO I

QUESTÃO

DISSERTATIVA

CANDIDATO RECORRENTE

LUCIENE JUSTINO ROSA

CPF

093 276 036-80

RESPOSTA

INDEFERIDO

 

FUNDAMETAÇÃO:

Conforme recurso protocolado no dia 14 de Agosto de 2015, referente ao Processo de Escolha do Conselho Tutelar de São João do Manhuaçu, pela candidata recorrente, senhora Luciene Justino Rosa, a Comissão Especial Eleitoral, vem por meio desta, responder ao referido recurso nos seguintes termos.

O questionamento foi acerca da questão dissertativa de resolução de simulação de caso em nível prático, da Prova Tipo1, onde argumenta a candidata recorrente que, a resposta foi pautada no ECA( Estatuto da Criança e do Adolescente), contudo a mesma não respondeu de acordo com o enunciado como será demonstrado.

A questão solicitava que a partir da leitura da simulação do caso descrito, o candidato pontuasse as atitudes do Conselho Tutelar e depois fizesse um relatório encaminhando o caso ao Ministério Público, logo foram solicitadas 02(duas) principais respostas, primeiro,descrever as ações do Conselho Tutelar e, segundo,fazer um relatório notificando o caso ao Ministério Público.

Entretanto, a partir dos critérios utilizados para correção das provas de todos os candidatos,observou-se que a candidata recorrente em sua resposta à questão recorrida, a candidata Recorrente deixou de falar da importância do adolescente continuar estudando e de não poder trabalhar, salvo na condição de aprendiz; bem como, o relatório ao Ministério Público ficou incompleto, pois a candidata recorrente não colocou as mínimas informações necessárias para entendimento de quem recebesse esse relatório.

Assim sendo, à unanimidade, conhece do recurso administrativo e no mérito, indefere-se, mantendo-se o gabarito, bem como a nota dada a candidata.

 

Certifica-se, registra-se e publica-se.

 

São João do Manhuaçu – MG, 18 de Agosto de 2015.

 

ELIAS DO CARMO PRAÇA

Presidente do CMDCA

  

ELIAS DO CARMO PRAÇA

Membro Coordenador da Comissão Especial Eleitoral

 

DAMEX SILVA VIEIRA

Membro da Comissão Especial Eleitoral

  

DULCILENE PEREIRA AMANSO

Membro da Comissão Especial Eleitoral

  

RAQUEL FÉLIX DE SOUZA CASTRO

Membro da Comissão Especial Eleitoral

Cookies

Política de Privacidade e Cookies

Nós utilizamos cookies para otimizar e aprimorar sua navegação do site, manter uma melhoria contínua no conteúdo oferecido e aperfeiçoar a experiência de nossos usuários. Clique em aceitar ou continue navegando para concordar com tais condições.

Entre em Contato

Rua Ver. Geraldo Garcia Malcate, 100 - CENTRO
CEP: 36918-000
Telefone: (33) 3377-1200, 3377-1255
                        3377-1201, 3377-1202
E-mail:  prefeitura@saojoaodomanhuacu.mg.gov.br

São João do Manhuaçu


Prefeitura Municipal!

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta
de 08 às 16h